A incrível jornada do livro “Diário de um Blogueiro”

É com enorme alegria anuncio aos amigos leitores do Neurônio 2.0 que meu e-book “Diário de um Blogueiro” foi publicado pela editora Porto de idéias. Agora, além da versão digital vendida no Hotmart, será possível também comprar a versão impressa do livro.
 
Faltam-me palavras para descrever a maravilhosa sensação de ver concretizado este projeto. Foram mais de dois anos de trabalho, esforço e dedicação para finalmente realizar este sonho de ter uma publicação no mais tradicional formato, o velho e bom papel impresso.
 
Diário de um Blogueiro
 
 
No artigo de hoje, além de anunciar oficialmente o lançamento do livro, gostaria de compartilhar com vocês um pouquinho de como foi minha jornada.
 
A ideia desse e-book surgiu quando assisti pelo Youtube uma palestra do Jovem Nerd na Campus Party 2011. Com tema “Orgulho Nerd”, Alexandre Ottoni e Deive Pazos, proferiram uma palestra na qual induziram seus ouvintes a refletirem sobre a importância de utilizar o seu lado nerd para transformar o mundo, nem que seja apenas o “seu mundo”. Eduardo Sphor e Marco Gomes foram exemplos mencionados e estavam lá pessoalmente para contar a forma como transformaram o seu hobby em negócios.
 
Foram mais de dois anos de trabalho, esforço e dedicação tentando tornar este sonho uma realidade e tenho que confessar que por várias vezes pensei em desistir depois de ouvir tantos “nãos” da editoras. Minha intenção com o projeto “Diário de um Blogueiro” sempre foi vê-lo publicado no mais tradicional formato de livro. Não pelo dinheiro, mas pelo desejo de tornar realidade um sonho de criança e estar à frente da minha própria realidade, conquistando algo que parecia ser improvável. Entretanto, para alguém desconhecido como eu, publicar um livro não é uma tarefa fácil e depois de ouvir vários “nãos” das editoras, resolvi transformar o livro em um e-book para que eu pudesse vendê-lo através do meu blog.
 
Fiquei muito feliz com os resultados que obtive com o e-book. O projeto como um todo superou minhas expectativas e depois de um investimento em divulgação em blogs da área, consegui vender algumas dezenas de exemplares através do Hotmart e do Pagseguro. Vários leitores elogiaram bastante o meu trabalho e com a repercussão dele cheguei até ser notícia no jornal aqui da minha cidade, fiquei “famoso” por aqui, rsrsrsrsrs… quem dera.
 
recorte jornal tribuna
Recorte Jornal Tribuna

Mesmo com o relativo “sucesso” do e-book, dada às proporções, sentia que faltava alguma coisa, não estava completamente realizado e queria ir ainda mais longe. Foi então que resolvi tentar mais uma vez ir em busca de uma editora que acreditasse no meu trabalho. Entrei em contato por e-mail com várias editoras, até mesmo com aquelas que já haviam dito não anteriormente, mas, para minha decepção, só consegui respostas negativas e uma proposta de coedição em que eu teria que investir R$ 5.000,00 no projeto. Sem condições financeiras para isso, nem me dei ao trabalho de responder o e-mail.

Já havia me conformado e desistido do meu livro quando, ouvindo um nerdcast com os Affonso Solano e Eduardo Spohr, alguém disse algo mais ou menos assim: “…não existe uma fórmula mágica para ser publicado, cada escritor tem a sua luta para chegar lá…”.

Além disso, tive a oportunidade de ouvir a história de vários escritores que tiveram inúmeras dificuldades até serem publicados, e percebi que só conseguiria um dia ser publicado se fosse persistente o suficiente.

Comecei a procurar novamente por uma editora e lembrei-me da proposta de coedição. Isso foi o mais próximo que consegui chegar de ser publicado e resolvi entrar em contato por telefone para saber exatamente como funcionava a proposta de coedição e, para minha surpresa, essa proposta não era tão ruim quanto eu imaginava.

Pensei muito sobre essa proposta de coedição e depois de conversar com minha esposa a respeito, resolvi assinar contrato com a editora Porto de Idéias para a publicação de 500 exemplares do “Diário de um Blogueiro”.

Confesso que estou morrendo de medo de ter feito a maior burrada da minha vida. Afinal, são R$ 5.000,00 de investimento em um projeto que não há garantias que dará certo. Mas o desejo de realizar um sonho e experimentar minha capacidade de empreender falou mais alto e me fez agir com o coração, colocando em risco uma parte das minhas economias.

Não sei o que o futuro me reserva, se o livro dará certo ou se será um fracasso total levando embora meu suado dinheirinho. A única certeza que tenho é que, depois de dois anos, finalmente atingi o meu objetivo e agora posso pegar um exemplar do meu livro nas mãos e dizer a mim mesmo: “Eu consegui! Valeu a pena todo o esforço, dedicação e sacrifício

Diário de um Blogueiro
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima