segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

Não quero ser superficial

A revista INFO trouxe uma entrevista com uma das personalidades mais influente e polêmica na área da Tecnologia da Informação: Nicholas Carr. Autor de diversos artigos e livros ele conversou com Renata Leal sobre a "febre" twitter e as transformações no comportamento intelectual na era da informação que vivemos hoje. As opiniões do entrevistado me deixaram um tanto quando preocupado por sentir que me enquadrava no perfil “superficialista” do qual ele falava, então pensei que seria interessante escrever sobre e quem sabe discutir o assunto aqui no blog.

Segundo Nicholas Carr em seu livro The Shallows (“Os Superficiais”, em inglês) a internet nos bombardeia diariamente com milhões de informações. Mas isso não significa necessariamente que estamos nos tornando pessoas melhores, pois quanto maior o número de informação, menor será o tempo que passamos nos aprofundando em um assunto e isso consequentemente, como define o autor, nos torna pessoas superficiais.

Suponho que muitos blogueiros e internautas têm o hábito, como o meu, de ler o título do post no seu leitor RSS e dependendo do assunto marca-o com lido logo de primeira, ou ainda desiste de ler o post quando vê que ele possui mais de três páginas. Este é um dos sintomas de superficialidade do qual Carr defende: Acessar e percorrer os olhos por milhares de notícias e informações, mas não se aprofundar em nada. Adotei este comportamento na tentativa de acompanhar diariamente o que acontece na blogosfera. Pura ilusão a minha. É lamentável, mas acredito e me enquadro no perfil de "superficial" que Carr descreveu, pois passar horas na internet percorrendo os olhos em centenas de artigos não é nem de longe uma maneira eficiente de aprender ou se manter informado sobre qual coisa.

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

O melhor ano de todos do ETIM Informática

O ano de 2017 foi meu 5º ano como professor na Etec e o 3º como coordenador de curso no ETIM Informática. Ao longo deste tempo, aprendi e evolui exponencialmente a forma como faço meu trabalho. Bem lá no começo, tenho que confessar, eu ficava apavorado quando batia o sinal do início da aula, pois sabia que em poucos minutos uma turma inteira estaria olhando para mim e prestando atenção no que eu fosse falar.

Para minha sorte, a primeira turma compreendeu e foi paciente com a minha inexperiência, e tive ótimos colegas professores (Leandro, Lúcio e Poli) que foram meu suporte e mostraram-me o “caminho das pedras” desta difícil arte que é dar aulas de informática.

Durante todos esses anos, tenho que confessar também, pensei algumas vezes em desistir dessa profissão depois de alguns episódios desagradáveis com alunos e pais de alunos (não estudei tanto na minha vida para isso!), e em certos momentos em que eu me sentia completamente impotente diante de uma situação que estava fora do meu alcance, simplesmente eu tinha que aceitar os fatos e me conformar. Mas, felizmente, a maioria dos alunos que fui agraciado de ser professor, mereceram (e mereciam até mais) todo o esforço para fazer da sala de aula um lugar de aprimoramento profissional e pessoal, além de divertido, é claro.

Dentro da escola convivi com pessoas incríveis, que levarei comigo para o resto da vida. Alguns alunos serão lembrados pelo que eu aprendi com eles (Aos alunos do curso básico de informática), outros por terem "causado" muito (Não sei se choro ou se dou risada), alguns pelas trollagens e boas risadas (O dia em que trollei meus aluno no Facebook), e muitos outros por me ajudarem a mudar o mundo (Mudamos o mundo, agora a meta é ao infinito e além).


Maratona de Programação

Depois de anos de experiência e aprendizado como professor e coordenador, decidi que era o momento de ir além e fazer o melhor ano de todos na minha carreira profissional. Certamente que havia as condições necessárias para cumprir com este objetivo, por várias razões que não vem ao caso, mas eu estava comprometido comigo mesmo de que teria uma dedicação extrema, incansável e eficiente para fazer que o ano de 2017 entrasse para a história do ETIM Informática.

Neste artigo apresento uma síntese das ideias inusitadas (para não dizer malucas e insanas), e as atividades realizadas ao longo do ano no ETIM Informática. Espero que ao terminar este texto, tanto eu quanto você leitor, possamos chegar à conclusão de que atingi satisfatoriamente meu objetivo de fazer de 2017 o melhor ano de todos.

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Liga da Justiça - Minha opinião sobre o filme

Antes que venha a enxurrada de pseudo-críticos de cinema falar mal de “A Liga da Justiça”, resolvi escrever a minha opinião sobre o filme. Mas, para quem espera uma opinião totalmente isenta e imparcial, não é aqui que vai encontrar, pois não posso deixar de avisar de antemão que sou um fã de carteira da DC Comics. Além disso, preciso avisar também que darei alguns spoilers do filme. Então, é por sua conta e risco continuar ou não, ok?

Assisti ao filme em uma sala IMAX do Kinoplex e apenas isso já seria uma experiência totalmente incrível. A qualidade da imagem e do som são completamente muito superiores às salas convencionais, fiquei realmente impressionado! E pela primeira vez o óculos 3D não me incomodou em nenhum momento.


quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Um novo final feliz

Se algum dia eu encontrar uma máquina do tempo e tiver oportunidade de mudar alguma coisa do meu passado, sei exatamente para quando quero ir: há 12 anos atrás.

Algumas decisões na vida nos conduzem a um caminho que, independentemente de serem considerados “certos” ou “errados”, definem a nossa trajetória em detrimentos de outras escolhas que poderíamos ter feito.

Steve Jobs, em seu discurso em Stanford, argumenta sobre a importância de seguir o nosso coração na hora de tomar decisões, e que essas decisões não parecem fazer sentido quando olhamos para o futuro, mas quando olhamos para trás vemos os pontos se conectarem e tudo começa a fazer sentido. 


sexta-feira, 27 de outubro de 2017

O tão esperado Halloween's Day da Etec

Hoje, dia 27 de outubro, foi o tão esperado Halloween's Day da Etec. Um evento planejado e produzido com tanto zelo e apreço pela professora Cibele Topan.

Como coordenador de curso fiquei muito satisfeito com as minhas três turmas, pois vi o quanto eles trabalharam para as apresentações e provas do evento. No entanto, o que me deixou mais satisfeito e, com muito orgulho deles, é que presenciei o quanto eles divertiram hoje e fizeram o melhor que podiam nas atividades de sua responsabilidade. Isso sem tentar trapacear ou arrumar briga com outras turmas. Muito pelo contrário, tive a oportunidade de ver a solidariedade de alguns ajudando alunos de outra turma que estavam com problemas em seu projeto.

Infelizmente, o resultado que muitos queriam não veio. Mas, se serve para alguma coisa, vocês alunos do ETIM Informática que tanto se esforçaram hoje, ganharam ainda mais o meu respeito, admiração, e um lugar muito especial nas minhas memórias de um dia divertido, surpreendente e inesquecível.



segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Violino #4 - Evolução dos meus 9 meses de estudo

Apesar da exaustiva carga de trabalho, este ano de 2017 tenho ficado com muito tempo ocioso e para ocupar este tempo resolvi fazer algo bem desafiador: aprender a tocar violino.

No vídeo a seguir está o resultado do 9 º mês de prática.

Somente depois que gravei o vídeo que percebi que estou tocando rápido demais essa música, e que se tocasse mais devagar poderia ter ficado um som mais nítido. No próximo mês tento gravar novamente.

 
;