Pequena fração paternal

A vida não me deu a graça de ser pai, mas sinto uma pequena fração desse sentimento paternal com alguns dos meus alunos; exemplo disso são meus ex-alunos Lucas Sato e Renan Ornaghi, que acompanho desde 2015 na Etec de Itapira.
Durante esses anos fizemos muitos exercícios de lógica, trabalhamos em vários projetos na escola, conversamos bastante sobre o futuro, e eles estiveram ao meu lado em alguns dos momentos mais difíceis da minha vida.
Como professor e amigo sinto muito orgulho das conquistas que eles obtiveram esse ano, pois eles dedicaram-se e fizeram muitos sacrifícios para chegar onde chegaram. No entanto, meu maior orgulho é ver como aqueles dois meninos tornaram-se esses dois jovens adultos que estão ganhando o mundo sem nunca deixar de lado a bondade que emana de seus corações.
Boa sorte nessa nova jornada meus “filhos”. Desejo que Deus ilumine sempre os caminhos por onde vocês andarem.
Um forte abraço, Júnior.
Este artigo foi escrito por Júnior Gonçalves e apareceu primeiro em http://www.neuronio20.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima