Poderia ter sido um espetacular series finale – Neurônio 2.0
quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Poderia ter sido um espetacular series finale

Semana mais tranquila no trabalho por conta do feriado e resolvi passear em Campinas para distrair a cabeça. Meu plano era dar uma volta no centro da cidade e depois ir ao shopping para almoçar e pegar um cineminha no meio da tarde.

Estava eu explorando a selva de pedra no centro da cidade quando parei minha moto em um cruzamento. No entanto, o carro que vinha logo atrás não fez o mesmo e bateu na minha traseira, arremessando moto e condutor (vulgo, eu) alguns metros adiante.

Lembro-me de sentir o solavanco e de cada milésimo de segundo até bater contra o asfalto. Enquanto caía em câmera lenta, eu podia ouvir o som da moto quebrando, e de repente eu estava com a perna direita debaixo do motor e o braço esquerdo preso entre a corrente e a roda. Ao constatar essa minha situação, pensei: "Pronto, me ferrei legal agora!".

series finale


Percebi então que havia pelo menos uma dúzia de pessoas me olhando com caras apavoradas, inclusive o motorista do carro, e não sei por que diabos senti que deveria tranquiliza-las dizendo que eu estava bem, mesmo sem ter totalmente certeza de que isso fosse verdade.

Depois que tiraram a moto de cima de mim e me ajudaram a levantar, percebi que não havia sofrido sequer um arranhão (!). Como isso é possível!? Ou tenho poderes do Superman (sic), ou foi Deus quem protegeu! Levaram-me então até um estabelecimento comercial para que eu bebesse um copo de água e me acalmasse do susto.

Por “increça que parível” eu estava realmente bem e deu trabalho para fazer o povo acreditar e me deixar ir embora. Felizmente, foi apenas o prejuízo da moto que o motorista do carro já me ressarciu.

Depois desse episódio cheio de adrenalina nem quis ir no cinema, voltei para minha casa revivendo cada segundo do acidente, tentando entender como tudo aconteceu, e descobri duas coisas:

1) a razão divina para eu ter pernas de saracura ficou claro, pois se assim não fosse minha panturrilha direita teria sido esmagada debaixo do motor da moto;

2) passei a manhã toda quase morrendo calor, pois antes de sair de casa vesti uma jaqueta de 30kg com um couro mais grosso que a pele do Javali de Erimanto. Posso não ter poderes do Superman, mas praticamente estava com a armadura do Tony Stark.

Ainda na volta pra casa estava incrédulo de toda aquela situação e cheguei a cogitar a hipótese de que eu havia morrido no acidente e minha consciência ainda sabia disso, (seria muito LOST isso!). Eu até comecei a esperar que minha mãe viesse me encontrar para me mostrar o que realmente aconteceu no acidente, mas até agora... nada.

Enfim, Deus perdeu a chance de fazer um espetacular series finale na minha vida. O que é realmente uma pena. Dessa forma, não resta outra alternativa senão fazer que seja, pelo menos, um bom season finale.

0 comentários :

Postar um comentário

 
;