Kate e sua cadeira de rodas – Neurônio 2.0
segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Kate e sua cadeira de rodas

Em meados de abril do ano passado eu e minha esposa nos mudamos para uma nova casa e para nossa surpresa, um dos nossos vizinhos já com certa idade, viúvo e que mora sozinho, nos mostrou que ainda há pessoas de bom coração nesse mundo. E, além disso, tivemos uma verdadeira lição de superação e vontade de viver que nos fez pensar em como devemos dar valor às pequenas coisas da vida.

Kate e sua cadeira de rodas

Há pouco mais de dois anos a cadela Kate da foto acima perdeu os movimentos das patas traseiras, mas nem por isso ela deixou de brincar, correr e latir desesperadamente quando vê um gato. Isso só foi possível graças à sua cadeira de rodas e ao enorme carinho, cuidado e amor do seu dono. Kate ficou paraplégica, mas com o uso do equipamento feito sob medida pelo seu dono, ela consegue se locomover sem dificuldade na rua ou em casa.

Muitas pessoas em situações como essa sacrificariam o animal ou o abandonaria à própria sorte para morrer. Felizmente, para a sorte da Kate, seu dono não pensa dessa forma e dedica boa parte do seu dia para cuidar, alimentar, passear e prestar o auxilio necessário, inclusive para urinar e defecar.

Kate e sua cadeira de rodas

Kate e sua cadeira de rodas
 
Ver a Kate brincando e passeando todos as tarde nas ruas é algo comovente, pois, o que normalmente vemos são casos de maus tratos e abandonos de animais. Não faz muito tempo vimos um caso que repercutiu na mídia depois que um vídeo foi postado na internet mostrando uma mulher espancando um cachorro em frente ao filho de 3 anos. Lembro-me que na época ela disse em depoimento que estava em um "mau dia" e que "o cachorro dava muito trabalho". Não sei, mas fico imaginando o que seria da Kate se ela tivesse uma dona como essa.

0 comentários :

Postar um comentário

 
;