Minhas experiências com a monografia – Neurônio 2.0
quarta-feira, 17 de junho de 2009

Minhas experiências com a monografia

Quando você digita "monografia" no oráculo do Google, o que mais aparece são empresas querendo vender monografias prontas. Longe de mim querer julgar quem faz esse tipo de coisa, mas eu particularmente nunca faria isso. Por isso mesmo que há meses atrás comecei a trabalhar em minha monografia, e procurando auxilio na internet, não encontrei nenhum material que fosse completo e de qualidade ao mesmo tempo. Não que meu orientador não esteja ajudando, mas infelizmente ele não pode tirar todas as minhas dúvidas a todo instante.

Justamente por ter tido essa dificuldade em encontrar material de auxilio na internet é que começou a brotar da minha cabeça a idéia de escrever sobre tal assunto, mas acabei desistindo da ideia porque o assunto não tinha nada haver com o nicho de mercado do Neurônio 2.0



Pensei mais uns dias e tomei uma importante decisão que relatei no post "Dias de chuva no Neurônio 2.0". Resolvi deixar de lado o que a maioria dos bons blogueiros dizem (focar em um só tema) e decidi fazer o que realmente estou a fim de fazer. Blogar não é meu “ganha pão”. É um hobby! E se não puder escolher o que fazer no meu hobby é melhor nem o ter.

Além do mais, há o ditado que diz: "Faça seu trabalho com amor e ele será reconhecido", pois então... resolvi ir à luta e abraçar esse desafio. Agora é sentar na frente do computador e começar a escrever, pois tenho muito trabalho pela frente. E se tem uma coisa de que não tenho medo é trabalhar fazendo uma das coisas que mais gosto: blogar.

Leia também o próximo post dessa série sobre Monografia: Monografia - Finalidade do TCC

3 comentários :

digitaqueeuteleio disse...

Júnior, sobre este assunto não faltará posts! E nem quem possa comentar a respeito...rss É mesmo uma série o que passamos neste período. E justamente sobre isso, a Superinteressante deste mês tem uma matéria falando sobre as monografias compradas. Bem interessante porque sabemos que as pessoas fazem o lado sujo da coisa para depois serem chamadas de "Graduados" ou "doutores" em alguma coisa. Já tive contato com muita gente com trabalhos comprados e que falam disso com a maior cara-de-pau e soltando risadinhas infames!
Sempre fiz tudo sozinho e me recordo de cada hora a mais das madrugadas que passei tentando fazer ou refazendo textos, ensaios, e tudo o que faz parte do "jogo".
O trabalho do orientador é fundamental. Por isso, se sente que está um pouco "desorientado" em termos de conteúdo, melhor consultá-lo sobre bibliografias, pois é a parte que mais nos enriquece, além de discutir o assunto com ele(a). Bom, isso foi só uma sugestão, claro..rss

E o teu blog tem um foco sim: seu hobby!

Um abraço e boa sorte!
Marcelo.

Júnior Gonçalves disse...

Olá Marcelo, seu comentário (infelizmente) exprime a realidade que a educação supeior enfrenta hoje em dia.
Como bom aluno e nerd, sempre me esforcei durante as aulas e merecidamente sempre conseguia boas notas. E este último ano, estou totalmente dedicado ao TCC que está me deixando de cabelos brancos, mas a aprendizagem não tem preço. Além do mais, a experiência da monografia irá render vários post aqui no blog.
Muito agradecido pelo comentário e pelas palavras de incentivo.
Um forte abraço,
Jose Junior

Elisete Cruz disse...

Vou começar escrever meu TCC, então lei tudo a respeito.
Eu acho que essa experiência, as pesquisas é um ótimo aprendizado, como vou aprender se pagar pra alguém fazer?
As pessoas as vezes pagam por um diploma, mas o conhecimento só se adquire estudando.
Obrigada pelas dicas!!!
Sucesso!!!
Elisete

Postar um comentário

 
;